A presença na internet é extremamente importante para o marketing médico, e ao criar um site perceberá um aumento significativo no número de pacientes.

No entanto, é importante ressaltar que os pacientes não encontrarão seu site da noite para o dia, então o primeiro passo é trabalhar o conteúdo para que ele possa ficar melhor ranqueado nas buscas do Google.

A maioria das pessoas utiliza o Google para encontrar o que deseja, e isso inclui profissionais de saúde e clínicas. Na maioria das buscas é possível notar a presença de anúncios entre os primeiros resultados, e em seguida aparecem os sites mais acessados daquele segmento. Como eles conseguem ficar na primeira página? Através de conteúdo relevante e de qualidade.

Dentro do próprio site é possível ter um blog, um espaço onde poderá abordar melhor os tipos de tratamentos específicos para cada problema, notícias relacionadas à área da saúde, entre outros. Seu público alvo são os pacientes, então escreva sobre o que eles procuram. Nem todos que acessarem o site serão pacientes em potencial, mas estarão contribuindo para que o site apareça nas primeiras páginas do Google. Dessa forma, quando alguém procurar por uma clínica ou especialidade terá mais chances de cair em seu site.

Além da qualidade dos textos, é importante abordar assuntos que estejam em alta. Uma ferramenta bastante utilizada nesse quesito é o Google Trends, onde é possível acompanhar a evolução de buscas feitas no Google por uma determinada palavra-chave em um determinado período, e dessa forma poderá saber quais assuntos são mais relevantes para dar destaque em seu site.

Por fim, um dos métodos que também traz bons resultados é a utilização de backlinks. Os backlinks são links posicionados de forma estratégica em um texto, e tem por finalidade guiar o leitor para outra página do site. Além de expandir o conhecimento do leitor, essa ação irá gerar tráfego de qualidade. Por exemplo, criarei um backlink agora para que você conheça o Ninsaúde Apolo, um software médico que auxiliará você nas mais diversas tarefas da clínica.

Viu como é fácil? Agora que você já sabe o que fazer, é hora de colocar seus conhecimentos em prática!