Os softwares de gestão em nuvem, também conhecidos por software online, são aqueles em que o usuário pode acessar de qualquer dispositivo, seja ele um computador, laptop, tablet ou celular, não necessitando de qualquer instalação, e sim apenas de uma conexão com a internet.

Nos softwares em nuvem (como o Ninsaúde Apolo), quando o URL da página da web começa com "https", isso indica que seus dados serão criptografados e transferidos por meio de um protocolo seguro. Também há a presença de um ícone de cadeado, geralmente no canto esquerdo do navegador, o que indica que suas informações permanecem privadas quando enviadas para esse site.

Dessa forma, os softwares em nuvem utilizam servidores distribuídos e compartilhados no ambiente virtual, possibilitando maior segurança e capacidade de armazenamento e memória. Sendo assim, basta o usuário possuir uma senha e estar conectado à internet para utilizar tal sistema, já que as informações não estarão armazenadas no dispositivo usado, mas sim, em um servidor online.

Mesmo sendo algo tão simples, muitos usuários tem dificuldade em entender como funciona um sistema na nuvem e também surgem muitas dúvidas quanto ao equipamento, provedor e outras itens a serem utilizados junto ao software. Confira a seguir algumas dicas para fazer uma boa utilização de seu software online sem maiores preocupações.

Uma boa conexão de internet é fundamental

Na maioria dos casos, utilizar uma rede Wi-Fi é a melhor opção, mas caso seu fornecedor de internet esteja passando por instabilidades, poderá utilizar o 4G, seja no próprio celular ou no computador através da funcionalidade de roteador do aparelho.

Comparar a lentidão de um software com outros sites nunca é a melhor opção, pois cada site está hospedado em um servidor diferente, logo o provedor de internet pode estar com dificuldades em fazer a rota para um determinado site, mas para outro não. Neste caso, testar com o 4G é uma boa alternativa, pois essa lentidão pode não estar associada ao sistema em si, mas sim ao seu fornecedor de internet.

Para acessar o Ninsaúde Apolo em seu smartphone com o 4G ativado, primeiramente desative o Wi-Fi, e em seguida abra o Google Chrome, que é o navegador mais indicado. Feito isso, basta acessar o endereço do software na web, inserir seus dados de login e utilizá-lo normalmente. Se preferir, você pode ler nosso artigo onde falamos sobre como é a utilização do Ninsaúde Apolo pelo smartphone.

Para continuar utilizando o software no computador, mas com o 4G do seu celular, em seu aparelho você deve procurar a opção de roteador Wi-Fi. Em geral, é fácil acessar essa opção deslizando o dedo na parte superior da tela, e rolando até encontrar a opção de Roteador Wi-Fi ou Ponto de Acesso. Você também pode acessar essa funcionalidade por um caminho mais longo, e ele pode variar de uma marca para outra. Confira alguns exemplos:

  • Iphone: Acesse o menu Ajustes -> Acesso pessoal -> Permitir Acesso a Outros. Após ativar a opção, é necessário digitar a senha fornecida pelo aparelho.
  • Samsung: Acesse o menu Configurações -> Conexões -> Roteador Wi-fi e Ancoragem.
  • Motorola: Acesse o menu Configurar -> Configuração de redes -> Mais -> Roteador Wi-fi.
  • Xiaomi: Acesse o menu Configurações -> Mais -> Hotspot Portátil.
  • Asus: Acesse o menu Configurar -> Rede e Internet -> Ponto de acesso e tethering -> Ponto de acesso Wi-Fi.
  • LG: Acesse o menu Configurações -> Redes sem fio e outras -> Vínculo e ponto de acesso portátil.

Lembrando que em alguns casos, como no Samsung por exemplo, você pode escolher as opções Roteador Wi-Fi, Ancoragem Bluetooth ou Ancoragem via USB (sendo esta última para se utilizar em apenas um computador, por intermédio do cabo USB).

Você também pode realizar um teste de velocidade da sua conexão de internet. Através do próprio Google é possível realizar essa ação, para isso basta digitar no campo de buscas "Teste de velocidade da internet", e pressionar em "Executar teste de velocidade", na primeira opção.


Velocidade e provedores de internet: quais escolher?

O provedor de internet é o responsável por intermediar a conexão entre um usuário com a rede mundial de computadores, ou seja, é por meio deles que as pessoas conseguem acessar a internet. Ainda que existam muitas empresas especializadas somente neste tipo de serviço, atualmente as empresas telefônicas também passaram a exercer esse papel.

Empresas como Claro S.A, Telefônica Brasil (Vivo), Oi, Algar e Tim S.A, estão entre as mais procuradas para o serviço de internet, entretanto, no topo do ranking ainda ficam os provedores regionais. Existem diversos tipos de internet banda larga, e até algum tempo atrás, entre as mais comuns no Brasil estavam aquelas via cabo ou via rádio. Hoje a internet banda larga mais procurada é a Fibra Óptica, que além de ter uma transmissão de dados muito mais consistente, apresenta menor latência, um sinal mais potente, e é imune a interferências eletromagnéticas.

Com relação ao plano de internet, você deve considerar alguns pontos importantes, que são eles: quantas pessoas irão utilizar a internet e como irão utilizá-la. Se você trabalha em um consultório pequeno, e as únicas pessoas que utilizarão a internet são um profissional de saúde e uma secretária, sendo suas atividades focadas em troca de e-mails, acesso a redes sociais e o uso de um software de gestão, 15mb já é o suficiente. Já para uma clínica com mais de uma secretária, vários profissionais de saúde e administradores, é recomendado um pacote de no mínimo 50mb.

Em resumo, quanto mais pessoas estiverem conectadas a essa rede de internet, mais chances de sua velocidade ficar comprometida, portanto quanto maior a sua equipe, maior deve ser o pacote contratado. Você também deve levar em consideração o aparelho de roteador que está sendo usado, pois se ele for um modelo mais antigo, poderá não suportar toda a velocidade da sua internet. Além disso, deve-se observar se em sua clínica os pacientes tem acesso à rede Wi-fi, pois dessa forma eles estarão contribuindo com uma possível lentidão na internet.

Tipos de equipamento e sistema operacional

Como mencionado anteriormente, os softwares em nuvem podem ser utilizados em computadores (desktop), laptops (chamados também de notebooks), tablets e smartphone. Em qualquer aparelho que você utilize, é importante estar atento à versão do sistema operacional, que preferencialmente deverá ser sempre a mais atualizada.

Nos computadores Windows por exemplo, recomendamos a versão Windows 10. As versões anteriores, como o próprio Windows 7, que apesar de ultrapassada ainda é utilizada por várias pessoas, pode não ser uma boa opção, pois pode tornar o equipamento lento e não suportar algumas funcionalidades.

Outro ponto importante, é a memória RAM desse computador e seu processador. A memória RAM é responsável por dar agilidade e velocidade no funcionamento do sistema, e o indicado é que esse equipamento tenha no mínimo 4gb de memória RAM.

É importante não confundir memoria RAM com capacidade de armazenamento. Enquanto a memória RAM roda os aplicativos instalados no notebook e computador, a memória externa ou de armazenamento (disco rígido, hard disk – HD) guarda essas aplicações e todos os demais conteúdos. Na prática, a memória RAM e o espaço de armazenamento atuam em conjunto.

O modelo do processador também pode influenciar no desempenho de sua máquina: normalmente um Intel i3 costuma ser o suficiente, mas se puder utilizar um i5, seu computador estará melhor preparado para utilizar várias ferramentas ao mesmo tempo.

Com relação à marca do aparelho, algumas tem maior destaque no mercado, portanto devem ganhar uma maior atenção no momento da escolha. São elas: Acer, Lenovo, Dell, HP, Samsung e Asus.

Há também quem prefira os produtos da Apple - nesse caso, um MacBook - mas apesar de ser um ótimo equipamento, pode não aceitar bem algumas funcionalidades de alguns softwares, isso porque o sistema operacional da Apple é mais fechado e trabalha de forma diferente as diversas aplicações do mercado. Prova disso é que muitos aplicativos são feitos exclusivamente para Iphone, por exemplo, não possibilitando a utilização por usuários de Android, e vice e versa.

Agora que você já sabe quais ferramentas precisa para utilizar um software online como o Ninsaúde Apolo, entre em contato através do site Apolo.app e confira mais detalhes de como automatizar sua clínica ou consultório.