Depois do sucesso de canais no Youtube, a nova tendência no meio da comunicação é o Podcast. Aliás, você sabe o que é um Podcast, pra que serve e como utilizá-lo ao seu favor? Confira a seguir estas e outras informações.

Os Podcasts são arquivos de áudio transmitidos através da internet, e podem ser ouvidos no computador ou em seu Smartphone. A origem desse termo vem da junção de duas palavras, Pod - "Personal on demand" (retirada de Ipod, produto da Apple), e broadcast (transmissão, radiodifusão).

Geralmente os arquivos de Podcast são postados em serviços de streaming que reproduzem áudio, como Spotify, iTunes, SoundCloud, Deezer, entre outros. Existem Podcasts voltados aos mais diversos assuntos, e além de ouvir online também é possível baixá-los para ouvir offline.

Podcasts e a medicina

O formato Podcast surgiu no Brasil em meados de 2004, e apesar de uma progressão lenta, hoje promete ser a nova tendência da era digital. Muitas organizações tem utilizado Podcasts a fim de difundir informações sobre sua área de atuação, dentre elas as entidades médicas.

Uma pesquisa feita pela ABPod (Associação Brasileira de Podcasters) informa que as pessoas que mais ouvem Podcasts tem faixa etária entre 18 e 39 anos, e os temas voltados a quem trabalha com saúde e bem estar estão em 6º lugar no ranking com 4,9%.  

Como utilizar estes dados a seu favor? Muito simples, você profissional de saúde pode criar seu próprio Podcast para levar informações relevantes aos colegas da medicina ou até mesmo aos seus pacientes, ou se preferir, poderá se tornar ouvinte de quem já produz esse tipo de conteúdo para que fique cada vez mais informado sobre os assuntos acerca da sua área de atuação.

A grande vantagem dos Podcasts é a praticidade em executá-los. Você poderá ouvi-los em casa, no trânsito, praticando atividades físicas, entre outros. Nesse sentido, o Podcast também pode ser utilizado para atrair pacientes. Crie pautas que tenham relação com a sua especialidade e divulgue em suas redes sociais, aos poucos você verá que possíveis pacientes poderão se interessar pelo assunto. Ao lhe ouvir, sentirão autoridade no que você fala e confiança em seu trabalho, o que levará a tornarem-se ouvintes fiéis e até mesmo mostrar interesse em agendar uma consulta.