O Dia Mundial do Câncer nasceu no dia 4 de fevereiro de 2000, na Cúpula Mundial Contra o Câncer para o Novo Milênio, em Paris. A Carta de Paris tem o objetivo de promover a pesquisa, prevenir o câncer, melhorar os serviços aos pacientes, conscientizar e mobilizar a comunidade global a fazer progresso contra o câncer, além de incluir a adoção do Dia Mundial do Câncer.

A data é uma iniciativa da União Internacional para Controle do Câncer, a maior e mais antiga organização internacional contra o câncer dedicada a convocar, gerar recursos e defender iniciativas que unam a comunidade afetada pelo câncer a fim de reduzir o impacto global da doença, promover uma maior igualdade e integrar o controle do câncer na agenda mundial da saúde e do desenvolvimento.

Atualmente, calcula-se que a cada ano o câncer tira a vida de até 7,6 milhões de pessoas no planeta. Dessas, 4 milhões têm entre 30 e 69 anos. A menos que sejam tomadas medidas urgentes para aumentar a conscientização e desenvolver estratégias práticas para lidar com o câncer, a previsão para 2025 é de que 6 milhões de mortes prematuras ocorram por ano. Estima-se que 1,5 milhão de mortes anuais poderiam ser evitadas com medidas adequadas.

O ano de 2019 marcou o início de uma empolgante campanha de três anos. O novo lema, “Eu Sou e Eu Vou”, pede comprometimento e ação, atuando como lembrete importante de que cada um de nós tem um papel a cumprir na redução do impacto do câncer. O lema foi adotado por apoiadores de todos os lugares e centenas de mensagens de compromisso pessoais foram compartilhadas.

O impacto causado pela campanha resultou em mais de 15 mil artigos de imprensa em 154 países, 947 eventos em 127 países, mais de 700 mil tweets e 62 líderes governamentais responderam com um vigoroso apoio e comprometimento.

Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células, que invadem tecidos e órgãos. Dividindo-se rapidamente, estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores, que podem espalhar-se para outras regiões do corpo.

O câncer não tem uma causa única. Há diversas causas externas (presentes no meio ambiente) e internas (como hormônios, condições imunológicas e mutações genéticas). Os fatores podem interagir de diversas formas, dando início ao câncer.

Dia Nacional da Mamografia

Aproveitamos para lembrar que dia 05 de Fevereiro, é o Dia Nacional da Mamografia, exame não invasivo que captura imagens do seio feminino para detectar tumores malignos na mama. A mamografia digital é de cobertura obrigatória pelos planos de saúde para beneficiárias que se enquadrem na faixa etária entre 40 e 69 anos, como determina o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS.

Não existe rastreamento para câncer de mama em homens, por ser uma doença rara. Mas, a mamografia é recomendada quando o paciente apresenta queixa como caroço na mama, secreção ou inchaço próximo do mamilo e dor unilateral.

Fonte: Biblioteca Virtual em Saúde | Agência Nacional de Saúde Suplementar